quarta-feira, dezembro 31

De 2014 #parte 2

Julho com mais dois concertos à borlix: Pedro Abrunhosa e Richie Campbell, de todos os que assisti este ano nunca tinha visto em nenhuma outra altura e gostei de todos, claro que com estilos diferentes, mas cada um com a sua característica pessoal. Esta foi a altura que a minha mãe andava chateada por haver candidaturas para a formação musical articulada com o ensino normal e não ma entrada direta (porque não foi assim que tinham explicado), mas logo de seguida veio o descanso porque a minha irmã tinha passado nas audições e foi escolhida para ficar,
E o esperado Agosto a começar com o aniversário do T., e depois mais para meio do mês (porque é nessa altura que os pais têm férias) as férias com a família, foi uma semana perto da praia e sempre em rotina de férias: praia, passear, comer muito, dormir pouco e assim sucessivamente. Pelo meio das férias com a família passei dois dias com o T., que estava relativamente perto. Praticamente de seguida fomos os dois com outro casal amigo passar uns dias para a figueira da foz e aí é que foi comer, éramos nós a cozinhar e as nossas mães a achar que íamos passar fome, sim sim, comemos até não poder mais e divertimos-nos muito! As férias este ano aproveitei-as bem, a bem dizer começaram a 16 de Agosto e terminaram a 7 de Setembro. 
E depois logo desse bom período veio a minha grande tristeza do ano, ter de decidir pelo abate do meu primeiro e único animal de estimação, a minha K., por a operação não ser certa, para ela não sofrer mais. Chorei muito chorei, a minha irmã passou mal, não quis crer durante algum tempo, mas um dia ia acontecer. Ter animais é muito bom, mas nestes momentos é tão mau, e eu que me apego tanto às coisas, aos animais, às pessoas. Este mês trouxe também o despedimento da minha mãe e nesta altura só pensava que chegasse algo de bom para a nossa família, não aguentava com mais coisas tristes.
No mês seguinte a grande marca foi o início do meu estágio, já tinha receio que ele não começasse, estava a ficar tardio o início, mas chegou e a tempo. Estou a gostar, estou a aprender e a criar laços, inclusive com os doentes. E quando não parecia vir nada veio tudo e recebi um convite para fazer alguma intervenção noutro hospital, no distrito em que vivo. Nesse momento vi luz para a minha tese, pensei que teria de fazer algo completamente diferente daquilo que tinha pensado antes.
O último mês do ano trouxe os nossos 5 anos de namoro e um fim-de-semana fora de casa para comemorarmos essa data. Já dizíamos que namorávamos à 5 anos praticamente, mas depois da data em si é diferente. A sensação é tão boa. Acrescenta-se depois é a parte pior do mês, aquela em que eu começo a ter tudo organizado para a tese, no estágio e vejo trabalho por todo lado e imagino aquele (bem mais) que ainda que vou ter a partir de Janeiro.
Não tive um ano mau, não tive um ano excelente, foram mais as cosias boas que as más. Há sempre dificuldades a serem ultrapassadas, mas estou habituada a isso desde pequena. O próximo ano vai ser cheio de marcos principalmente académicos e trabalhoso. A minha expectativa é que vai ser um ano cheio!
p.s: confesso que tive a ajuda da minha rica agenda para fazer esta revisão exaustiva
2015 download 99%

[deixei esta segunda parte agendada, já a tinha escrito ontem mas era enorme para um só post, e neste momento estou no meio da farinha, ovos e açúcar, para logo todos poderem lambuzar-se em doces!]

5 comentários:

C. disse...

Gostaria de desejar um feliz 2015, cheio de coisas boas e tudo o que desejas :)
Beijocas*

Nea* disse...

Eu para a minha revisão tive a ajuda dos posts do blog ihih
Foi um ano para recordar espero!

Bom ano novo!*

I. F. Traquinas disse...

Feliz 2015!

Beijinhos,

http://eutueocoelhoanao.blogspot.pt/

Bernardo disse...

desafio para ti no meu blog!

BOM ANO NOVO! :D

Cláudia S. Reis disse...

Que 2015 seja ainda melhor! Bom ano :)